• White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

discos

 

Entre uma coisa e a outra, criaram “Trabalho de Parto” do qual brotou “Barulinho”, espetáculo, feito para crianças. Foram convidadas para o projeto “Bendito seja o Maldito entre as mulheres” show que celebra a obra do mestre Jorge Mautner. Em 2015 realizaram uma série de shows em homenagem ao cantor e compositor Gonzaguinha (pai de Amora).

Nesse show, as Chicas receberam Elza Soares, Zizi Possi, Elba Ramalho, Ivan Lins entre outros grandes nomes da música brasileira.

Durante todo esse caminho se alargou a ansiedade por renovar-se, e encaminhar um trabalho que fosse mais cheio de si, literalmente. Que trouxesse mais canções inéditas e mais coragens de discurso próprio.

As Chicas querem mundo novo, vida nova. Renascer com os dias.

Botar no palco o artista brasileiro, homem comum, que luta todo dia, pra existir ou resistir.

As Chicas querem “dias comuns de muito trabalho, querem ganhar para estarem brilhantes, num dia útil!”

bio

As Chicas, Amora Pêra, Isadora Medella e Paula Leal tiram o nó da garganta, mastigam e põe a boca nos ouvidos da platéia. Há tempos as moças precisam e desejam cantar coisas novas. Novas e próprias.

Depois de anos de história só de palco lançaram seu primeiro disco “Quem vai comprar nosso barulho?” (Som Livre) em 2006, e com ele abocanharam um prêmio Tim.

 

Em 2009, saiu um tão pedido DVD/CD ao vivo, “Em tempo de crise nasceu a canção” (Biscoito Fino) que entre tantas canções tinha Divino e Maravilhoso e O Quereres, arranjos criados para o programa Som Brasil (Rede GLobo) assim como Caras e Bocas música de abertura da novela de mesmo nome.

 

agenda

 

JUL

21

SHOW DIA ÚTIL - SESC BELENZINHO

Ingressoa na bilheteria ou pelo site https://goo.gl/4QuhQQ

R. Padre Adelino, 1000 - Belenzinho, São Paulo - SP

 

contato

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Instagram Icon

apoiadores: